Dólar Comercial compra R$ 5,2903 venda R$ 5,2927 máxima 5,2934
Euro compra R$ 6,2764 venda R$ 6,2814 máxima 6,2806
05 Ago - 18h41
quarta, 05 de agosto de 2020
VAI RECORRER

TSE indefere pedido de Mário Couto para fazer campanha eleitoral

24 Set 2018 - 16h34Por Da Redação
Mário Couto ainda recorre com outro recurso ao TSE - Crédito: Roma NewsMário Couto ainda recorre com outro recurso ao TSE - Crédito: Roma News

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou pedido de liminar ao candidato ao Senado, Mário Couto (PP). Em ação cautelar, Couto requereu que seu nome conste na urna de votação e para retornar a fazer campanha eleitoral na televisão e rádio. 

Porém, o ministro Edson Facchin, rejeitou os pedidos de suspensão dos efeitos do Acórdão 29657, proferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA), que indeferiu os requerimentos de pedidos de registro de candidatura do senador Mário Couto e de seu suplente Eslon Martins.

O ministro também determinou a exclusão dos nomes de Mário Couto e o suplente da urna eletrônica e proibiu de fazerem propaganda eleitoral no rádio e televisão.

O TRE-PA indeferiu o registro de candidatura de Mário Couto, sob a justificativa de que durante a realização da convenção do PP, no dia 4 de agosto, a Comissão Executiva do partido recebeu plenos poderes para alterar as atas do evento. Portanto, se o partido decidiu integrar a convenção liderada pelo MDB, foi com o consentimento dos participantes, inclusive, de Mário Couto.

No dia seguinte à convenção, o PP enviou quatro atas ao TRE-PA, onde excluiu Mário Couto de concorrer ao Senado, mesmo tendo sido aprovado seu nome durante o evento. Couto descobriu que as atas foram alteradas.

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário