Dólar Comercial compra R$ 5,3238 venda R$ 5,3243 máxima 5,324
Euro compra R$ 6,0303 venda R$ 6,033 máxima 6,0324
13 Jul - 00h51
segunda, 13 de julho de 2020
ELEIÇÕES 2018

Último colocado na eleição, João Goulart Filho anuncia apoio a Haddad no 2º turno

candidato do PPL disse em nota que diferenças com PT 'jamais serão maiores que o risco de uma nova ditadura'

09 Out 2018 - 20h57Atualizado 09 Out 2018 - 20h57
Último colocado na eleição, João Goulart Filho anuncia apoio a Haddad no 2º turno - Crédito: Marcelo Brandt/G1 Crédito: Marcelo Brandt/G1

O candidato derrotado do Partido Pátria Livre (PPL) à Presidência, João Goulart Filho, anunciou, em nota, apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT) no segundo turno da corrida pelo Palácio do Planalto. Filho do ex-presidente Jango, ele disse no comunicado que o país corre um "grande risco" diante da possibilidade do Jair Bolsonaro (PSL) se eleger no segundo turno.

Estreante em uma disputa presidencial, João Goulart Filho ficou na última posição da eleição para a Presidência. Ele obteve apenas 30.176 votos, correspondentes a 0,03% dos válidos.

No comunicado, o presidenciável do PPL relembrou que, em razão do golpe de 1964, que tirou o pai dele da Presidência, ele e a família tiveram que viver no exílio por imposição do regime militar.

"Diante da realidade emergida das urnas [com Bolsonaro na liderança], não poderia me omitir diante do grande risco que corre a nossa nação neste segundo turno das eleições nacionais que elegerá o próximo presidente do país", escreveu João Goulart Filho, referindo-se ao candidato do PSL como "filhote da ditadura".

Ele também destaca que o partido dele "difere em muitos pontos do programa do PT", porém, afirma que as diferenças com os petistas "jamais serão maiores que o risco de uma nova ditadura, nem maiores que a liberdade de nosso povo."

"Sabemos como as ditaduras começam, nunca sabemos quando terminam. Estamos prontos para caminhar juntos. Por isso, apesar de nossas diferenças, eu voto em Haddad para derrotar Bolsonaro", declarou em outro trecho do comunicado.

Com informações do Globo.com.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário